Anvisa dá dicas para identificar suplementos que fazem mal à saúde

Suplementos que fazem mal à saúde, promessas milagrosas e rótulos em língua estrangeira podem indicar que o produto não é regularizado no Brasil.

alerta anvisa

Dicas ANVISA sobre suplementos

Confira dicas da Anvisa para identificar os suplementos que não estão regularizados no Brasil:

  • Desconfie de promessas milagrosas e de ação rápida, como “Perca 5 kg em 1 semana!”
  • Fique atento a indicações de propriedades ou benefícios cosméticos, como redução de rugas, de celulite e melhora da pele.
  • Indicações terapêuticas ou medicamentosas, como cura de doenças, tratamento de diabetes, artrites e emagrecimento.
  • Uso de imagens e ou expressões que façam referência a hormônios e outras substâncias farmacológicas
  • Produtos rotulados exclusivamente em língua estrangeira
  • Uso de fotos de pessoas muito musculosas ou que façam alusão à perda de peso
  • Uso de panfletos para divulgar as alegações do produto como estratégia para burlar a fiscalização
  • Comercializados em sites sem identificação da empresa fabricante, distribuidora, endereço, CNPJ ou serviço de atendimento ao consumidor

Se você usa ou tem intenção de usar suplementos alimentares, a Anvisa recomenda:

  1. Solicite auxílio de seu nutricionista ou médico para a identificação de produtos seguros e regularizados junto à Anvisa
  2. Desconfie se o produto for “bom demais para ser verdade”. Ter um corpo definido e emagrecer nem sempre é rápido ou fácil, principalmente de forma saudável
  3. Consumidores que adquiriram produtos que contém DMAA na composição devem buscar orientação junto à autoridade sanitária local sobre a destinação adequada dos mesmos

Mais informações podem ser obtidas junto à Central de Atendimento da Anvisa: 0800 642 9782.

Deixe seu comentário