Barriga Tanquinho: Como chegar lá.

 barriga-tanquinho

Por mais que treinemos, prestemos atenção em nossa alimentação, façamos nosso exercício aeróbico de cada dia, se tem uma coisa que a gente sabe que é difícil de fazer, é conseguir aquela barriga tanquinho.

A primeira coisa que você precisa saber é que não existe uma opção milagrosa que vá te dar o abdômen dos sonhos em uma semana. Existem, porém, maneiras de alcançar esse sonho, desde que você já entre nessa sabendo que será uma jornada de médio a longo prazo.

O jeito que você treina e como você se alimenta terá grande impacto nessa transformação e já te aviso de antemão que vai ser uma caminhada e tanto até o topo.

Te desanimei? Não desanima, não. O segredo é pensar que quanto maior o esforço, maior o ganho.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para ganhos avançados de abdômen. Está pronto?

1. Para ter uma barriga tanquinho, desencane totalmente do cinto de treino.

Tem quem argumente que agachamento e levantamento terra são os únicos exercícios abdominais que você precisa, e não há dúvida de que eles são importantes, pois, quando executados com peso médio e sem cinto de treino, trabalham o transverso abdominal.

Um transverso abdominal forte pode ser considerado um cinto natural e constrói força no seu tronco por completo, além de te ajudar a manter a postura, o que pode ajudar bastante na sua aparência.

Não ache, porém, que esses exercícios serão suficientes para que seu abdômen fique do jeito que você quer. Manter a postura durante exercícios, mesmo com bastante peso, não usa a amplitude de movimento necessária para ativamente trabalhar seu abdômen reto – o músculo principal que lhe permite ver o tal do tanquinho.

2. Ative o abdômen reto por regiões.

Pense na maneira que você treina peito – supino inclinado para a parte superior do seu peitoral e declinado para a parte inferior. Ambos os exercícios alteram o músculo mais ativado, que é motivo de você incluir exercícios diferentes, em diferentes ângulos durante os seus treinos. Você deve pensar em sua abdômen dessa mesma maneira.

Como o abdômen reto é um músculo só, você não consegue isolar totalmente uma parte dele, no entanto, você pode dar ênfase a uma região.

Alguns exercícios permitem que você foque mais na região superior, enquanto outros dão mais ênfase à região inferior. Performar ambos os tipos de exercícios vai permitir que você tenha resultados melhores e mais eficientes, ressaltando o músculo do abdômen como um todo deixando visível – finalmente – a tal barriga tanquinho.

3. Use seus joelhos, ou mais precisamente, suba-os.

Se você já tentou elevação de pernas suspenso, você sabe que esse exercício tem foco na parte inferior do seu abdômen, mas normalmente onde as pessoas mais erram, é ao parar o movimento antes da hora. Se você traz suas pernas até que estejam perpendiculares ao seu corpo, há pouquíssimo movimento na sua lombar.

Tente trazer suas pernas mais para cima e veja o que acontece com a sua lombar. Note que seu abdômen dói muito mais e sua coluna se arredonda, o que é exatamente o que você precisa durante exercícios focados no abdômen inferior.

4. Não negligencie seus oblíquos.

Quando falamos em oblíquos, a maioria das pessoas imediatamente pensam em infinitas flexões laterais e acham que já resolveram o problema. Grande erro.

Se você se identificou, te digo já que dificilmente isso será o suficiente para uma boa construção dos seus oblíquos.

Lembre-se que construir a barriga tanquinho demanda esforço.
Ideal é você usar exercícios com alguma resistência. Algumas boas opções são os exercícios de abdominal obliquo na polia, podendo ser feitos com corda, em polia média ou alta.

5. Sempre garanta que está progredindo e aumentando seu nível de esforço.

Esqueça a ideia de fazer 3 séries de 15 ao final dos seus treinos. Se sua abordagem é sempre essa e você realmente quer ter ganhos significativos, está na hora de tirar isso da cabeça definitivamente.

A primeira coisa importante para se ressaltar é que fazer eles por último aumenta a possibilidade de você resolver deixar para outro dia ou desistir deles por completo. Isso, pois ao final do seu treino você já fez uma quantidade monstruosa de exercícios e pode acabar pensando que já está mais do que bom. Se você está tão focado na construção da sua barriga tanquinho, priorize esses músculos para garantir máximo esforço e aproveitamento.

Mantenha sempre em mente que, assim como qualquer outro músculo do seu corpo, você não espera que vá continuar evoluindo e crescendo fazendo sempre as mesmas séries, mesmas repetições e mesmo peso, correto? Seu abdômen também cai nessa mesma categoria. É um músculo como qualquer outro. Se você não progredir, não variar exercícios para que atinja diferentes áreas, você nunca irá evoluir na mesma proporção.

Aumentar a carga e criar cada vez mais resistência para os músculos será sempre a maneira garantida de fazer com que eles progridam.

Evite cair na zona de conforto e sempre faça com que seu músculo trabalhe mais e mais. Faça mais repetições, diminua o tempo de descanso, mude completamente o exercício, o foco, a área que está ativando.

Há um mundo de possibilidades.

Deixe seu comentário