BCAA – Aminoácidos de Cadeia Ramificada

Para a prática de exercícios físicos ou de esportes, é primordial que se tenha energia suficiente para garantir um melhor desempenho e, consequentemente, retardar o início da fadiga1. Desta forma, é de suma importância que no planejamento e organização de um programa, além das atividades típicas de treinamento e de repouso, uma alimentação adequada deva ser considerada.

As necessidades nutricionais diárias, não somente proteicas, são dependentes de fatores como intensidade, frequência, duração e tipo das atividades/exercícios, bem como composição corporal, idade, sexo e nível de treinamento dos indivíduos, os quais a tornam um tópico de discussões bastante complexo2.

Aminoácido de cadeia ramificada – BCAA

Aminoácido de cadeia ramificada – BCAA

Sendo assim, a nutrição torna-se um fator importante para que os objetivos estabelecidos no planejamento sejam mais facilmente atingidos. Os aminoácidos de cadeia ramificada conhecidos como BCAA (Branched Chain Amino Acids), compreendem três aminoácidos essenciais: Valina, leucina e isoleucina. De todos os aminoácidos isolados consumidos, apenas os aminoácidos essenciais apresentam uma sustentação teórica para a sua administração.

Eles não são sintetizados no organismo humano devendo, por isso, ser ingeridos na dieta ou na forma de suplementos dietéticos, os quais são apresentados na forma de cápsulas, comprimidos, pó, tabletes e na forma líquida. Nos alimentos, podem ser encontrados em produtos ricos em proteínas. Pouco se sabe a respeito das dosagens diárias recomendadas.

Dessa forma, foram encontradas pesquisas envolvendo crianças e adultos que sugerem proporções que vão de 77 a 154 mg/kg/dia3,4,5,6,7. Um grande número de estudos indica que são vários os efeitos decorrentes da suplementação de BCAA, antes, durante e após a prática de atividades físicas, como mostrados a seguir.

  • Ação anabólica e anticatabólica
  • Serve de substrato para a gliconeogênese
  • Envolvimento na resposta imunológica
  • Economia nos estoques de glicogênio muscular
  • Retardo da fadiga central em exercícios prolongado

Eu uso desde 2011 e por todos artigos que li eu acredito na eficácia do resultado. Uso em conjunto com glutamina nas quantidades recomendadas para meu estilo de vida e demanda física. Posso dizer no geral que sinto todos os benefícios listados nesse artigo e que com certeza vale a pena conversar com um profissional da área,  saber se existe recomendação e qual dose seria indicada para sua demanda!

Beijos

Wellness Coach Liv Gitahy

Deixe seu comentário