Transforme gordura em resultados

Substância natural que transforma gordura em energia, processo conhecido como oxidação lipídica.

L-Carnitina

L-Carnitina

.
Nutriente que tem como principal objetivo melhorar e até mesmo acelerar a queima de gordura do organismo, a L-Carnitina é uma substancia essencial no metabolismo energético, transformando a gordura em fonte de energia, impedindo assim o catabolismo e evitando a fadiga muscular.

Utilizado principalmente por quem busca um condicionamento físico melhor e em menos tempo esse suplemento alimentar faz com que o corpo produza mais energia, queimando gordura, enquanto melhora o sistema imunológico.

Sua composição tem como base substâncias naturais, produzida pelo organismo em pequenas quantidades e podendo ser consumida através de líquido ou cápsulas para que a queima de gordura seja potencializada, uma vez que essa substancia é produzida pelo organismo em pequenas quantidades.

Adultos que possuem uma dieta regular consomem aproximadamente 50 mg o que é considerado insuficiente para acelerar seu potencial total como queimador de gordura que é acumulada pelo organismo.

Pela ausência de produção em grande quantidade, seu consumo em forma de suplemento alimentar é recomendado para aumentar sua potencialidade benéfica, sendo esse sem contra indicação seu consumo pode ser diário.

Sua ação no organismo não é nenhum mistério, agindo por uma síntese conhecida como oxidação lipídica que ocorre geralmente quando estamos praticando exercícios físicos, consiste basicamente em transportar a gordura acumulada no organismo para dentro das células, queimando e transformando-a em energia.

Seus benefícios são inúmeros, melhorando o condicionamento físico, auxiliando no emagrecimento, colaborando para a diminuição do colesterol, melhorando o nível intelectual e fortalecendo o sistema imunológico.

RECOMENDAÇÕES DE CONSUMO

Sua recomendação de uso é de 500 mg a 2 g por dia, sendo esses de manhã ou antes dos treinos para potencializar a queima de gordura. Seu consumo não possui contra indicações, mas uma orientação profissional é sempre recomendada.

.

Por Fábio Colatto, Jornalista.

Deixe seu comentário