Entenda a ação da creatina em seu corpo

São muitas dúvidas e mitos a frente da creatina, será que realmente este suplemento é contraindicado em períodos de perda de gordura? Realmente há retenção de líquidos entre a pele e o músculo (região subcutânea)? Vamos desvendar esses mitos e entender todos os benefícios da creatina para a composição corporal!

A creatina tem uma grande capacidade de aumentar a síntese de proteínas musculares e consequentemente o volume do músculo por vários mecanismos de ação diferentes, o principal deles é o aumento de água intramuscular. A creatina é uma substância osmoticamente ativa, isto é, quando é transportada para dentro da célula muscular leva água consigo e para conseguir passar pela membrana celular também é necessário o ion sódio, acumulando uma maior quantidade de água intramuscular. Essa retenção de líquidos no músculo por si só é responsável por aumentar o volume gerando ganho de peso e de massa magra. Além disso, o aumento do volume intracelular de água melhora a síntese de proteínas e também aumenta vários substratos para uma série de reações envolvidas com a recuperação muscular. A creatina também estimula a produção de células satélites, que são capazes de formar novos núcleos nas células musculares gerando melhor recuperação e ganho de músculos.

A creatina realmente vai causar acúmulo de líquidos, mas esta retenção é intramuscular e não vai gerar prejuízos na composição corporal, muito pelo contrário, como foi visto acima vai estimular diversos fatores que vão gerar maior ganho de massa muscular!

 

Daniel Coimbra – Nutricionista

Mestrado em Ciências Médicas – Faculdade de Medicina – Universidade Federal do Ceará

Especialização em Nutrição e Exercício Físico – Universidade Estadual do Ceará

BLOG-CTA

Deixe seu comentário