Como conquistar “Consciência Corporal”

Muito da minha evolução nos treinos foi a partir do momento em que consegui identificar formas de estimular certos grupos musculares durante a execução de exercícios.

Comecei a reparar que aquela 1 hora de treino era boa, mas que eu poderia melhorar meu rendimento se condicionasse meu físico a entender e responder melhor aos estímulos da atividade física!

Consciência Corporal

Foi quando percebi que de forma consciente consigo estimular meus músculos a todo o momento, criando assim uma consciência muscular, e que para isso eu não preciso ter tempo, nem estar em um local específico.

Por exemplo, aderi o hábito de quando estou parada no trânsito, faço contrações voluntárias de abdominal, onde faço a contração, seguro pelo máximo de tempo que consigo, relaxo o músculo e faço repetidas vezes esse mesmo movimento.

Quando chego ao treino, para exercício de agachamento por exemplo, que usa-se muita força abdominal, eu consigo contrair o abdômen de uma forma muito mais eficiente hoje, após essa prática consciente de contração, em momentos totalmente diferentes e em qualquer lugar!

Faço contrações voluntárias com quadríceps quando estou sentada escrevendo, lendo ou conscientemente vou caminhando para pegar algo na cozinha, usando força consciente nas panturrilhas ao caminhar na ponta dos pés.

Sempre opto por subir escadas do que escadas rolantes ou elevadores e a cada degrau faço contrações de glúteos e quadríceps, além de agachar com os quadríceps para recolher algo que caiu do chão, ao invés de abaixar curvando as costas.

Por eu ser destra, minha força do lado direito é bem maior, então tento estimular a força e coordenação em ambos os lados, escovando os dentes com as 2 mãos. Tento sempre preparar refeições e pegar coisas variando lados e automaticamente a força do treino também foi se igualando.

No começo pode ser difícil lembrar-se de ter essa consciência o tempo todo, mas como todo novo hábito, precisamos de frequência e prática para que vire rotina e para que apresente algum resultado.

Essa consciência me ajuda muito a isolar grupos musculares, a focar cada exercício para trabalhar um local específico, a deixar de lado todo e qualquer problema, inconveniente ou chateação durante o treino e isso reflete em um bem estar, harmonia e sensação de treino bem realizado sempre.

Pratiquem consciência muscular de uma forma simples e agradável.

Até próxima semana!

Wellness Coach Liv Gitahy

Deixe seu comentário