Como queimar gordura sem perder massa magra.

A maior dificuldade que enfrentamos durante uma dieta com a intenção de queimar gordura e definir a musculatura, é fazer isso sem comprometer demais a nossa massa magra.

Sabemos que é impossível fazer os dois ao mesmo tempo, ou seja, se você está ganhando massa muscular, automaticamente está ganhando gordura e o mesmo vai para o processo inverso.

Como minimizar essa perda é a maior batalha que encaramos. Até por que, sabemos como ninguém o quanto suamos para ganhar aquela musculatura e não estamos dispostos a colocá-la em risco!

Confesso que não existe uma fórmula mágica para queimar gordura sem perder massa magra alguma e, portanto, você vai sim perder alguma coisa nesse processo. Não se preocupe. Nem tudo está perdido.

Tem como minimizar essa perda? Tem! O jeito mais garantido é tornar esse processo de eliminação de gordura o mais lento possível.

Já sei o que você está pensando. Jura? Preciso fazer isso de maneira lenta? Mas quero me livrar dessa barriga logo.

Eu sei! Eu te entendo! Mas não adianta correr, não adianta querer perder tudo em duas semanas. Isso vai levar algum tempo, então prepare seu psicológico e vá um dia de cada vez.

Quer saber o lado positivo? Se a mudança não for tão radical assim, você não vai sofrer e quando menos esperar, BOOM! Cadê as gorduras? Já foram.

Para que esse processo seja feito da melhor maneira possível para os seus músculos, o melhor seria um déficit calórico para que você perca no máximo 1kg por semana, já jogando esse número lá em cima. Ideal mesmo seria mirar em uma média de 0.5.

SEMPRE LEVE EM CONSIDERAÇÃO SEU CORPO

Diferentes corpos funcionam de maneira diferente. O que funciona muito bem para mim nem sempre vai funcionar maravilhas para você. Testar seu corpo e descobrir à quais estímulos ele reage melhor é parte essencial de qualquer dieta.

É importante lembrar que seu corpo tem uma tendência a querer permanecer o mesmo. Seu corpo não quer queimar mais gordura, nem menos, ele tem uma tendência a querer que tudo continue em perfeita harmonia e equilíbrio. Isso quer dizer que se você quer mudanças visíveis, terá que fazer esforços notáveis.

COMO OTIMIZAR SUA ALIMENTAÇÃO PARA QUEIMAR GORDURA SEM SACRIFICAR A MASSA MAGRA

Acho importante explicar primeiro como o corpo funciona. Por que o corpo consome os músculos quando estamos em uma dieta restritiva?

Para colocar de maneira bem básica: Quando reduzimos nossas calorias, o corpo precisa compensar a falta de energia e, normalmente, corre para as fibras musculares para suprir essa necessidade.

A consequência você já sabe: perda de massa muscular das brabas.

E claro, quanto maior o déficit de calorias, mais energia seu corpo vai precisar.

homem-com-pouca-gordura-corporal

 

ENTÃO, COMO COMER?

Se tentarmos fazer isso de maneira muito radical, a queima de gordura pode acontecer em menos tempo, claro, mas isso, como já explicamos, vai resultar em uma perda muscular também muito maior.

Vale lembrar aqui novamente, que quanto mais músculos temos no corpo, mais calorias queimamos e se seu objetivo é perder peso e continuar magro e definido, os músculos estarão sempre a seu favor.

A dieta ideal é rica em proteínas, cuja ingestão deve ser dividida entre 5-7 refeições durante o dia, com intervalos de aproximadamente três horas entre uma e outra.

Quando você divide sua ingestão dessa maneira, a proteína estará sempre presente no corpo, evitando que você entre em catabolismo e prevenindo a perda de massa muscular.

Para resumir, seu corpo precisa que você tenha proteína na corrente sanguínea para não ir atrás das proteínas dos músculos.

Parece fácil, certo?

Mas não é só isso. Gordura e carboidratos são macronutrientes muito importantes nesse processo.

Carboidratos são fonte de energia e mantê-los em sua dieta será muito importante para que você perca peso de maneira consistente.

MAS, CARBOIDRATO NÃO ENGORDA?

Eu sei o que você já ouviu por aí. E vou admitir que quem disse que carboidrato engorda não estava completamente errado. Se você ingerir o carboidrato errado, na hora errada e abusar deles, certamente isso acontecerá.

Caímos naquele bom e velho ditado de que tudo em exagero é ruim.

Como são fonte imediata de energia, uma maneira boa de otimizar a ingestão dos mesmos é antes e depois dos seus treinos. Antes para aquele boost que vai te permitir treinar melhor, e depois para que seus músculos tenham a nutrição que precisam para crescimento.

Lembre-se sempre de consultar um nutricionista ou médico que saiba de suas condições e corpo para que vocês consigam chegar na melhor alternativa e horários para que você coma carboidratos de qualidade em momentos chave da sua dieta.

E QUANTO AOS EXERCÍCIOS?

Continuar com seu treino de resistência é essencial. Para manter seus músculos você precisa manter sua rotina de exercícios, ou não existe a menor chance de continuarem lá.

A má notícia vem agora, já que eu sei que se você treina musculação, existe uma chance enorme de você detestar exercícios cardiovasculares. Acertei?

Se a resposta foi sim, lá vem o pesadelo:

Você vai precisar incorporar algumas horas de aeróbico por semana.

Isso pois é a maneira mais fácil de criar o déficit calórico que você precisa para queimar gordura, sem ter que diminuir muito as calorias que você consome – e automaticamente a quantidade de proteínas.

Não precisa sofrer. Prometo que vai ser mais rápido do que você imagina. Tente garantir que esses serão curtos e intensos e quando você menos esperar, já vai ter acabado.

Existe bastante controvérsia sobre a melhor hora para se fazer esse tipo de exercício, porém um  horário bastante popular é em dias que você não vai fazer musculação, ou aproximadamente 6 horas após o seu treino.

Como normalmente não temos tanto tempo para dedicar a academia devido a nossa vida corrida, muitos personal trainers aconselham que o aeróbico seja feito após o treino.

Faça alguns testes e veja o que funciona melhor para o seu corpo.

QUE SUPLEMENTOS TOMAR PARA ME AJUDAR NA JORNADA

MULTIVITAMÍNICO:

Primeiro precisamos lembrar que em uma dieta restritiva, consumimos menos comida e naturalmente também menos micronutrientes.

Micronutrientes são importantes para manter-nos saudáveis e dispostos para aguentar a correria do dia a dia, portanto, o uso de um multivitamínico é indispensável. Se você quer queimar gordura e manter esses músculos, sem perder sua saúde e bem estar, apostar em vitaminas é mais do que necessário.

ÔMEGA 3:

Muitas das funções do nosso corpo precisam de gordura para um bom funcionamento. Além do mais, ômega 3 é importantíssimo para a manutenção das fibras musculares e há estudos que indicam que são ácidos graxos chave para a perda de peso.

Nesse caso, a ingestão de gordura vai te ajudar a queimar gordura. Parece contraditório? Prometo que não é.

WHEY PROTEIN:

Whey é a mais pura fonte de proteína e contém aminoácidos essenciais que estão diretamente ligados ao processo de construção dos músculos. Além do mais, devido aos processos de filtração, são rapidamente absorvidos pela corrente sanguínea, suprindo a necessidade do seu corpo quase que imediatamente após seu consumo. São excelentes para garantir que você consiga ingerir a quantidade de proteínas que seu corpo precisa, mesmo cortando um tanto das suas calorias.

Outra vantagem do whey, é que hoje em dia eles vem em diversos sabores e podem matar aquela sua vontade de doces.

Vi vantagem.

Deixe seu comentário